Menu

Na quadra ou na neve: o estilo inconfundível de Federer

roger neve 1Roger Federer sob as lentes de Craig McDean no editorial da GQ Magazine

Por Aline Brunello

O ano mal começou e o tenista mais admirado da história do esporte já levou pra casa dois troféus: o do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, e o do BNP Paribas Open, em Indian Wells, primeiro Masters 1000 de 2017.

No intervalo entre os dois torneios, Roger Federer achou um tempinho em sua agenda atribulada e foi capa, mais uma vez, da GQ Magazine´s Style Bible, edição anual da consagrada revista de moda, que já virou leitura indispensável de grande parte do público masculino mundo afora.

Além do sucesso nas quadras, o suíço é figura carimbada no universo da moda masculina, sempre eleito pelo público e pelos especialistas como um dos homens mais bem vestidos e elegantes do mundo. Em 2016 não foi diferente. Sexto colocado no ranking da ATP, Federer venceu a disputa da GQ em dezembro passado, deixando para trás nomes como Kanye West, Ryan Gosling e Tom Hiddleston. Confira!

roger raquete

Sob a neve de St. Moritz, onde se localiza uma das estações de esqui mais procuradas pelos amantes dos esportes de inverno, Roger recebeu a equipe da GQ para um super papo em seu refúgio nos alpes suíços, com direito a um ensaio de moda no interior e no exterior de sua charmosa residência.

O maior tenista de todos os tempos falou também sobre a emoção de ganhar mais um Grand Slam após 5 anos de jejum - talvez o mais especial de sua carreira - e contou que ainda não pensa em aposentadoria, assunto mais questionado por seus fãs.

"Vamos dizer que tenho um torneio e me pergunto: o quanto feliz eu estou deixando a minha casa? Seria muito legal ficar. Mas, eu estou feliz em fazer as malas, colocá-las no carro, entrar no carro, olhar de volta pra casa e dizer ´ok, vamos fazer isto´? Toda vez a resposta é: sim, estou feliz em ir. Estou fazendo a coisa certa no meu coração".

Para tirar de vez essa dúvida que apavora o mundo do tênis, Roger Federer confessou que quando sentir que deve parar e não ter mais essa vontade de fazer as malas e viajar, aí sim será a hora de encerrar a carreira. Cá pra nós... que esse “tesão” pelo circuito ainda permaneça por muitos e muitos anos.

roger pb 3

roger trofeu color

roger camera

roger dentes 2

Curiosidades:

- Federer tem medo de cavalos;

- Só fica bravo quando envolve pontualidade, odeia se atrasar;

- Gosta de arte, mas pode dar muita dor de cabeça;

- Ama filmes. Um dia antes da vitória em Melbourne, ele assistiu com sua família o filme “Lion”;

- Filmes com finais felizes são os seus preferidos;

- Ama sua família. Adora escrever bilhetes de agradecimento a eles;

- Ele ainda se sente nervoso antes dos jogos. "É ligeiramente irritante, na verdade";

- A paixão pelo tênis veio realmente quando venceu Pete Sampras em Wimbledon, em 2001.

federer carro

federer fur

"Sou muito agradecido ao tênis. Ampliou meu horizonte. Se não fosse um tenista, provavelmente eu estaria vivendo em Basel, fazendo algum tipo de trabalho. Eu teria uma perspectiva menor".

A edição de abril da GQ com Roger Federer estará disponível nos Estados Unidos a partir do dia 28 de março.

Pra conferir na íntegra online, acesse www.gq.com/story/roger-federer-cover-story-2017

roger capa

Créditos:
Reportagem: Rosecrans Baldwin
Imagens: Craig McDean

voltar ao topo