Menu

Honey Deuce: o coquetel oficial do US Open

honey deuceCheers!

Sol, calor, muitas cores e uma multidão de fãs de tênis invadem Nova York. Nesse clima contagiante acontece o último Grand Slam da temporada, que chega para aquecer ainda mais o verão nas quadras rápidas norte-americanas. Previsões, sorteio das chaves, surpresas e zebras à parte, uma coisa é certa: ninguém resiste a um bom drink para acompanhar as partidas durante o US Open.

Além das clássicas limonadas aromatizadas em diversos sabores, outra bebida faz parte do menu nos bares do complexo Billie Jean King desde 2007 e é sucesso absoluto entre o público. É o Honey Deuce, coquetel criado por Nick Mautone, mestre mixologista da Grey Goose, especialmente para refrescar as altas temperaturas e a grande umidade que toma conta de Flushing Meadows nessa época do ano.

E já virou tradição. Quem está no US Open faz questão de experimentar esse drink tão famoso e, claro, levar o copo de lembrança na mala. Mas, não é preciso ir até Nova York para degustar o coquetel mais badalado dos torneios de tênis. A receita é super simples e dá para fazer em casa numa boa, mesmo que você não seja um barman ou especialista. Afinal, nada melhor do que acompanhar as partidas do último Grand Slam de 2015 com o gostinho oficial do torneio!

nick grey gooseNick Mautone, criador do Honey Deuce

Além de representar o espírito de um grande torneio e ser o coquetel oficial do US Open, o Honey Deuce tem sabor frutado, seco e é perfeito para ser servido em qualquer festa de verão, ao redor da piscina, em um brunch ou almoço com os amigos. A bebida é vendida dentro do Arthur Ashe Stadium e no Grey Goose Bar, localizado na praça do complexo. No copo estão os nomes de todos os campeões do US Open, entre homens e mulheres, desde 1968, e são vendidos cerca de sessenta mil coqueteis durante as duas semanas do torneio.

Se você não está no último Grand Slam da temporada, não tem problema. Tente fazer o seu próprio Honey Deuce em casa e mate sua sede em frente à TV. A receita é para uma dose ou um copo grande. O tempo de preparo é de aproximadamente 4 minutos, bem rapidinho. Menos do que a duração de um único gamePapel e caneta na mão? Então, vamos lá!

HONEY DEUCE (Receita cortesia: Nick Mautone para Vodca Grey Goose)

Ingredientes

37 ml de Vodca GREY GOOSE® (ou outra de sua preferência)
15 ml de licor Chambord® (ou outro licor de raspberry de sua preferência)
Suco de limão à gosto
Gelo moído
Bolinhas de melão amarelo

Preparação

Em um copo alto já resfriado na geladeira, coloque gelo picado e adicione a vodca. Coloque a limonada até um pouco abaixo da borda e, em seguida, acrescente o licor de raspberry. Misture bem. Decore com as bolinhas de melão. Sente-se confortavelmente no sofá. Ligue a TV. Torça muito por seu (sua) tenista preferido (a).

Agora algumas dicas para dar o seu toque pessoal ao Honey Deuce. Em vez do licor de raspberry, você pode usar de outros sabores como cereja, amora ou blackberry para obter diferentes nuances da bebida. As bolinhas de melão amarelas dão o toque final pois representam as bolinhas de tênis. Bem legal, não é? Para deixar o drink ainda mais refrescante, coloque-as no freezer por cerca de uma hora, antes de preparar a bebida.

Você também pode ver a receita e a preparação do Honey Deuce neste vídeo do Wall Street Journal:

Mais uma curiosidade. Você sabia que não só o US Open, mas a maioria dos torneios também têm seus coquetéis oficiais? Olha só:

 Strawberries-Pimms-giant--007Coquetel oficial de Wimbledon: Pimm's Cup (licor Pimm's 1, limonada e soda)

ACE ROYAL RGCoquetel oficial de Roland Garros: Ace Royal (manjericão, pepino, limonada e champanhe Moet & Chandon)

aus open wineO Australian Open não tem um coquetel oficial. Mas, em Melbourne Park, há um bar de vinhos Jacob's Creek, um dos melhores vinhedos do país.

Cheers!

Imagens: Reprodução/Divulgação

voltar ao topo